Notícias

 



Notícias relacionadas a Cidade de Itajaí ou região.



Voltar a página das notícias!

Descrição da Notícia

Conheça algumas curiosidades sobre a Marejada
Edição de 2017 será realizada de 05 a 15 de outubro

- A primeira edição da Marejada foi realizada de 08 a 12 de outubro de 1987. Criada como Festa Portuguesa e do Pescado, o evento popular buscava atrair visitantes por meio do turismo gastronômico, mas com uma temática diferenciada da Oktoberfest.

- O mascote Marejão é a caricatura de uma sardinha e completa 30 anos em 2017. O boneco de bigode foi desenhado pelo modelista naval, Rui Flores Filho. A primeira roupa do Marejão era cinza e foi sendo ajustada ao longo dos anos.

- Até 2012, a Marejada elegia Rainha e Princesas da festa. A itajaiense Raquel Seide recebeu a primeira coroa em 1987. Na época, ela trabalhava no supermercado Hiper. A última embaixadora da Marejada foi Bruna Jessika Piske.

- Em 1987, a Marejada foi montada com tendas de circo onde hoje fica o Centreventos e, naquele tempo, funcionava o Terminal Rodoviário. Os pontos de ônibus viraram quiosques e o evento também recebeu a 1ª Feira Industrial da Pesca.

- Por mais de duas décadas, os restaurantes da Marejada funcionavam dentro de barquinhos. Diversas entidades de Itajaí eram responsáveis pela gastronomia da festa. “Olha a paellaaaaaa!” é o lema de Sandra Zen, entoado há mais de 20 anos na Marejada. Ela estará novamente presente nesta edição.

- A Marejada já recebeu artistas nacionais e locais ao longo dessas três décadas. O português Roberto Leal foi figurinha carimbada de várias edições, bem como as bandas de baile. Fundador da Banda Marejada, o trompetista Dirceu Nascimento Santos, 75 anos, participa desde a primeira edição da festa, quando tocava com a Banda Guarani clássicos da música portuguesa. Para 2017, a banda prepara samba nacional, música espanhola e também portuguesa.

- Já passaram pelos palcos da Marejada grupos como Jeito Moleque, Luan Santana, Michel Teló e Exaltasamba, além de artistas locais: Giana Cervi, Sem Abuso, Rodrigo Valentim, Giza Carla e Célia Pedro. Nesta edição, a festa voltará a valorizar os artistas locais e regionais com apresentações em três palcos.

- A festa popular já teve várias fases. Marcada inicialmente pela tradição portuguesa e do pescado, acabou saindo do mês de outubro para acompanhar as regatas internacionais. Retorna para o calendário da primavera com forte apelo gastronômico, em especial aos frutos do mar. Não vai faltar sardinha na brasa e os mais variados petiscos.

- Em 2012 foi o último ano em que houve cobrança de ingresso para prestigiar a Marejada. Para 2017, estão programadas mais de 100 atrações culturais gratuitas em três pavilhões.