No ar desde 15/02/2000 - Obrigado pela sua visita -


Agenda
Amigos Virtuais
Aniversário
Balcão de Empregos
Cartão Postal
Charadas
Classificados
Clientes
Colunistas
Curiosidades
Eleições
Enigmas
Eventos
Fotos
Guia Eletrônico
Ilusão de Ótica
Livraria Papa-Siri
Mágicas
Noticias
Piadas/Lazer
Receitas

Fale conosco
 
 
 
 


 

 


www.itajaionline.com.br - 16/03/17 -------- clique aqui para ler a coluna anterior

Crônica 343 – Ponderações sobre os cérebros feminino e masculino

O desenvolvimento da mulher na sociedade, em várias partes do mundo, vem revelando que mitos e preconceitos precisam ser extirpados da cultura universal, onde a mulher sofre restrições e é alvo de chacotas indevidas, talvez pela inveja e desejos no interior dos que assim agem. Até há pouco tempo era considerado que o cérebro masculino é maior e mais pesado que o feminino. Piadas de mau gosto dizem que as loiras têm o cérebro do tamanho de uma azeitona.

A moderna neurociência vem obtendo informações muito mais detalhadas e fidedignas sobre o funcionamento do cérebro feminino mostrando que, em alguns aspectos, ele é bem mais complexo que o cérebro masculino. Não há dúvidas que homens e mulheres são diferentes, não apenas fisicamente mas, também, em relação à maneira de pensar, sentir e se comportar. As diferenças são mais evidentes no comportamento. Essas diferenças eram atribuídas a questões culturais e educacionais.

As mulheres são mais falantes, são capazes de fazer várias coisas ao mesmo tempo, são mais detalhistas e interessadas em conhecimentos humanos, principalmente nos estudos das emoções e relacionamentos. Cuidam mais da saúde física e mental e, quando são afetadas por algum acontecimento nefasto, se manifestam com uma força incrível, sendo capazes de enfrentar situações difíceis chorando, sofrendo, mas não desistem, vão em frente.

Estudos científicos revelam que os sexos são diferentes porque os cérebros são diferentes. Há o cérebro feminino e o masculino, com condições especiais de cada um. No entanto, há casos de pessoas que nasceram com o sexo masculino e, no cérebro, a amídala responsável pelas percepções é feminina. Da mesma forma existem as que nascem com o sexo feminino e a amídala masculina. Processam informações de formas distintas, o que resulta em diferentes percepções, prioridades e comportamentos.

Ambos os cérebros possuem múltiplos potenciais que podem ser ativados e desenvolvidos em maior ou menor grau. O cérebro masculino é 10% maior que o feminino, mas as mulheres registram maior atividade da matéria cinzenta, o que significa que o cérebro feminino processa informação de modo mais eficiente.

As mulheres falam três vezes mais do que os homens. Estudos não comprovados dizem que são cerca de 20 mil palavras por dia, contra as 13 mil masculinas. A queixa comum das mulheres é que os homens não ouvem o que elas dizem.

Acumulam funções e têm recursos para isso, conseguem ser multimídias. A orientação cerebral da mulher não é linear, é circular e talvez seja isto que faz com que desenvolvam mais pensamentos em menos tempo e tenham sensibilidade mais elevada.

Entretanto, homens ou mulheres, todos somos 100% humanos.

Antonio Lopes
Psicanalista Didata
Professor e Coordenador do Curso de Psicanálise

(47) 9923 4913 (TIM) / 2125 4913 (res.). / 9914 1145

antonio@psicanalisesc.com.br virgilia.sandra@hotmail.com - www.psicanalisesc.com.br
– facebook instituto idego – youtube instituto idego – google instituto idego
facebook.com/Instituto-IdEgo



 




© inaugurado em 15/02/2000. Todos os direitos reservados. - Itajai On Line