No ar desde 15/02/2000 - Obrigado pela sua visita -


Agenda
Amigos Virtuais
Aniversário
Balcão de Empregos
Cartão Postal
Charadas
Classificados
Clientes
Colunistas
Curiosidades
Eleições
Enigmas
Eventos
Fotos
Guia Eletrônico
Ilusão de Ótica
Livraria Papa-Siri
Mágicas
Noticias
Piadas/Lazer
Receitas

Fale conosco
 
 
 
 


 

 


www.itajaionline.com.br - 01/09/17 -------- clique aqui para ler a coluna anterior

Crônica 365 - A organização financeira e os conflitos familiares

A dificuldade financeira pode dilacerar os relacionamentos familiares. No consultório, grande número de pacientes se surpreendem quando são perguntados como está organizada a vida financeira. Uns dizem que está descontrolada e, outros, que mais ou menos, mas não sabem dizer quanto gastam por mês em supermercado ou restaurante.

Queixam-se da conta de luz, do condomínio e, pior: que o marido gasta muito em besteiras sem ter nenhum controle e ela também não sabe para onde vai o dinheiro. Cartão de crédito sempre negociado ou estourado, cheque especial acima do limite e, assim, não podem colocar dinheiro na conta porque o banco rapa tudo.

Contas atrasadas, acabou o gás, corte do fornecimento de energia elétrica, o banco vai tomar o carro ou a moto, financiamentos atrasados, nome no SPC e SERASA, cheques devolvidos, perda de crédito, empréstimos consignados que não tem como fugir e sugam boa parte do salário. Aliás, o consignado passou a ser o melhor negócio para as financeiras, tanto que elas investem alguns milhões em propaganda oferecendo a felicidade que, e para quem entra nessa, será um grande pesadelo por muitos anos.

A relação afetiva se transforma numa batalha de acusações procurando um culpado para a desordem familiar, chegando a discussões ofensivas e até agressões físicas. Separações acontecem de forma litigiosa levando sofrimento e tristeza para os filhos, pais e avós. Alteração no humor, na saúde – que apresenta ansiedade extrema –, taquicardia, insônia, pesadelos, baixa da sexualidade, depressão, crises de choro, perda do apetite, redução da capacidade produtiva, briga com os filhos e assim o convívio fica estraçalhado e insuportável. Não há dinheiro que chegue!

Aprender a organizar a vida pessoal com uma Planilha Financeira irá mostrar quais os itens que estão consumindo os recursos que são auferidos no mês. Principalmente, saber quanto se gasta realmente e aprender a viver com o que se ganha. Quando se tem as finanças sob controle surge a harmonia pessoal, melhora a autoestima, o amor floresce, as pulsões consumistas ficam controladas, a saúde se equilibra, a sexualidade se potencializa, melhora o humor. A pessoa fica mais bonita, atraente e a capacidade produtiva se amplia, trazendo brilho nos olhos e alegria nas atividades diárias, que resultam em sucesso pessoal e profissional.

O Ego se fortalece e projetos de vida passam a ser viáveis, desenvolve-se um clima de cooperação que traz um prazer no convívio no lar, no trabalho e na vida social.

Vale a pena procurar aprender o controle financeiro e cuidar até dos centavos que gasta. Os conflitos irão desaparecer e então se poderá cantar: “Canta, canta, minha gente / Deixa a tristeza pra lá, / Canta forte, canta alto, / Que a vida vai melhorar… / Que a vida vai melhorar...” (Martinho da Vila, 1974).



Antonio Lopes
Psicanalista Didata
Professor e Coordenador do Curso de Psicanálise

(47) 9923 4913 (TIM) / 2125 4913 (res.). / 9914 1145

antonio@psicanalisesc.com.br virgilia.sandra@hotmail.com - www.psicanalisesc.com.br
– facebook instituto idego – youtube instituto idego – google instituto idego
facebook.com/Instituto-IdEgo



 




© inaugurado em 15/02/2000. Todos os direitos reservados. - Itajai On Line