No ar desde 15/02/2000 - Obrigado pela sua visita -


Agenda
Amigos Virtuais
Aniversário
Balcão de Empregos
Cartão Postal
Charadas
Classificados
Clientes
Colunistas
Curiosidades
Eleições
Enigmas
Eventos
Fotos
Guia Eletrônico
Ilusão de Ótica
Livraria Papa-Siri
Mágicas
Noticias
Piadas/Lazer
Receitas

Fale conosco
 
 
 
 


 

 


www.itajaionline.com.br - 16/11/17 -------- clique aqui para ler a coluna anterior

Gestão de Estoques

Gestão de estoques, em uma indústria, normalmente refere-se na administração recursos de materiais que ajudam a empresa a gerar receita. O responsável por esta parte da gestão é o Gerente de operações.
Por exemplo, um mercado varejista que vende vários itens, não costuma armazenar todos os produtos na loja. Parte do estoque de produtos é mantido no depósito. Onde o controle deste, chamamos de inventário que nada mais é que a soma dos produtos na loja e no deposito.

Penso que a Gestão de estoque é de suma importância para Empresas voltadas a produção, seja ela puxada ou empurrada, necessitam fortemente de um estoque bem gerenciado por uma série de razões. Pois ela não pode sobreviver sem um bom sistema de gerenciamento de estoques.
Vejamos então algumas razões para ter um bom sistema de gestão de estoques:

Demandas: Para atender as demandas, temos que ter em mente que existe uma sazonalidade por alguns bens e serviços específicos durante o ano. Por exemplo: a venda de ovos de chocolates, roupas que variam de uma estação para outra também tem demanda muito sazonal. Um estoque bem planejado permitirá que as empresas cumpram as exigências, e a chave para aumentar a receita é o atendimento integral da demanda, logo sabemos que ganha mais, quem erra menos.

Operações: A gestão rigorosa dos estoques permitirá que a empresa execute as operações sem problemas, com frequência. Por exemplo: a empresa produz produtos que dependem de insumos diversos, é notório que a empresa precisa de um bom estoque destes insumos diversos para que as operações não tenham contratempos.

Economia: A gerência de um sistema de estoque muito bem administrado permite que a empresa possa eliminar custos. Por exemplo: quando épocas festivas chegam e mercados preveem um aumento na demanda por alguns produtos, eles podem adquirir mercadorias em quantidades que suprem essa demanda com antecedência, barganhar preços e armazená-las para a temporada. Este trabalho de negociação de preço tem como principal benefício, atender toda a demanda e quando se compra em quantidade e de maneira planejada, assim obtendo ótimos descontos.

Princípios: As práticas a seguir podem ajudar uma empresa a ter um estoque bem gerenciado:

Prever demanda: A empresa deve procurar prever suas demandas de bens e produtos específicos em determinados períodos do ano. Acredito que ela deva criar e manter o seu sistema de inventário com base nestas demandas, reais e previstas.

Monitoramento: O estabelecimento de um inventário deve ter mecanismos de monitoramento da quantidade em estoque, a todo momento, (um sistema informatizado). A empresa deve saber com exatidão a quantidade de estoque em qualquer ponto específico no tempo.

Qualidade: O armazém deve ser capaz de manter o estoque em boas condições. Materiais desperdiçados geram perdas de oportunidades e receitas.

Realizar a Gestão de Estoques é, portanto, um desafio para as empresas. Penso que na verdade, mesmo antes que uma empresa comece suas vendas, seu lucro ou prejuízo pode ser parcialmente explicado por quão bem a empresa é capaz de gerenciar seus estoques.


Carlos Alberto Souza Bordin

Gestor de Logística
Técnico de Segurança do Trabalho

E-mail: carlos-bordin@hotmail.com
Telefone: 47 99132.3446




 




© inaugurado em 15/02/2000. Todos os direitos reservados. - Itajai On Line