No ar desde 15/02/2000 - Obrigado pela sua visita -


Agenda
Amigos Virtuais
Aniversário
Balcão de Empregos
Cartão Postal
Charadas
Classificados
Clientes
Colunistas
Curiosidades
Eleições
Enigmas
Eventos
Fotos
Guia Eletrônico
Ilusão de Ótica
Livraria Papa-Siri
Mágicas
Noticias
Piadas/Lazer
Receitas

Fale conosco
 
 
 
 


Limite vertical


O filme Limite vertical, do diretor neozelandês Martin Campbell, foi rodado no Monte Cook, na Nova Zelândia. A equipe passou um mês fazendo treinamento de escalada para se ambientar e depois seguir uma difícil rotina. Para as filmagens, todos os dias, atores, diretores e produtores e o resto da equipe viajavam de ônibus por uma hora, depois 15 minutos em veículos próprios para andar na neve fofa e algumas vezes seguiam de helicóptero para pontos mais distantes e inacessíveis. O ator principal, Chris O'Donnell, passou grande parte das filmagens a cerca de 5 mil metros de altura.

Monstros S.A.

A história se passa em Monstrópolis. A cidade está à beira de um "apagão", pois sua energia vem de gritos de crianças assustadas, mas elas se assustam cada vez menos. Para resolver o problema, a Monstros S.A. treina bichos-papões para assustar os pequenos e sanar o problema energético. Os monstros chegam às suas vítimas pelas portas de armários de crianças do mundo inteiro. O herói da história é Sullivan, que se parece com um Abominável Homem das Neves manchado. Ele é o maior provocador de sustos e anda na companhia de Mike, seu treinador, que se parece com um limão gigante com um olhão bem no meio da cara. A dupla fica numa encrenca quando a garotinha Bu acidentalmente vai parar em Monstrópolis. As crianças são consideradas tóxicas e têm alto poder de contaminação.

Monstros S.A. custou 115 milhões de dólares a seus criadores, os estúdios Disney e a Pixar, criadora de Toy story e Vida de inseto. O filme foi a resposta da Disney ao sucesso de Shrek, criado pela Dreamwork, de Steven Spielberg. O desenho do ogro verde era o preferido para levar o Oscar de melhor longa-metragem de animação, mas agora tem um concorrente à altura. Monstros S.A. até tem uma pequena provocação a Shrek. Quase no final, Sullivan e Mike se transformam em capa de uma revista. Veja o trocadilho do nome da publicação: Business Shriek (traduzindo: o "Grito dos Negócios").


O Abominável Homem das Neves

A descrição é de um animal peludo, semelhante ao macaco, que caminha ereto sobre duas pernas. Tem mais de 3 metros e pesa aproximadamente 150 quilos. Os nativos garantem que ele só sai à noite, deixa pegadas na neve e mora nas montanhas geladas do Himalaia. Ali o bicho ganhou o nome de yeti (palavra tibetana formada por "ie" - animal desconhecido - e "te" - a região rochosa onde ele habita).

Em 1832, o primeiro representante do Governo Britânico no Nepal, B. H. Hodson, descreveu um ser até então desconhecido "coberto de pelo longo e escuro, desprovido de cauda, que caminha ereto". O Abominável Homem das Neves ganhou fama internacional em 1951, quando o alpinista inglês Eric Shipton publicou uma série de fotos de pegadas com 35 cm de comprimento por 20 cm de largura. Muita gente achou que as pegadas, na verdade, eram do urso negro que habita aquela região.

A partir daí, a caça ao yeti se tornou um passatempo daquela região. Entre tantas teorias, o monstro poderia ser descendente do Gigantophitecos, um macaco gigantesco pré-histórico. Eles teriam se refugiado em zonas remotas para evitar o extermínio. Outros sugerem que os yetis são alucinações provocadas pela falta de oxigênio nas altitudes elevadas.


..........................................................................

Você tem alguma curiosidade? envie para nós



 




© inaugurado em 15/02/2000. Todos os direitos reservados. - Itajai On Line