No ar desde 15/02/2000 - Obrigado pela sua visita -


Agenda
Amigos Virtuais
Aniversário
Balcão de Empregos
Cartão Postal
Charadas
Classificados
Clientes
Colunistas
Curiosidades
Eleições
Enigmas
Eventos
Fotos
Guia Eletrônico
Ilusão de Ótica
Livraria Papa-Siri
Mágicas
Noticias
Piadas/Lazer
Receitas

Fale conosco
 
 
 
 


King Kong


King Kong não era um monstro como outro qualquer. O gorila gigante foi capturado na Ilha da Caveira para ser exibido como atração num circo americano. Mas ele consegue escapar. Em Nova York, apaixonado por Ann Darrow, que fazia parte da expedição e a quem tinha salvo de um grupo de selvagens, ele a leva para um passeio no topo do Edifício Empire State, então o mais alto prédio do mundo. Além de ter sido atingido pelo cupido, o macacão também recebeu tiros de aviões que sobrevoaram o prédio.

O macaco usado para o filme King Kong, em 1933, parecia ser gigantesco. Na realidade, o modelo tinha somente 40 centímetros. Na nova produção de 1977, King Kong cresceu. Media 13 metros.

Os filmes foram baseados na obra do inglês Edgar Wallace.

 

Monstro do lago Ness

O lago Ness, de 240 metros de profundidade, fica no norte da Escócia. No longínquo ano de 565, o abade de St. Columba viu "uma criatura que parecia um sapo gigante mas não era um sapo". Fez o sinal da cruz, invocou Deus e repeliu o monstro com as seguintes palavras: "Não avances nem toques nesse homem... Desaparece imediatamente". De lá para cá, outros 4 mil pessoas, incluindo mergulhadores, turistas, habitantes locais e cientistas, juraram ter visto o monstro, descrito como uma serpente marinha de 30 metros. A criatura já foi apelidada de Bobby (pelo povo das redondezas) e de Nessie (pelos cientistas, que acreditam se tratar de uma fêmea). Segundo as testemunhas, ela é vermelha-escura e mede entre 8 e 9 metros de comprimento.

Uma foto, tirada em abril de 1934 pelo médico inglês Robert Wilson, considerada a prova da existência da criatura, não passava de uma fraude. Em 1993, o autor do trote, Christopher Spurling, confessou que a figura era apenas um boneco de boracha em cima de uma bóia. Foi uma vingança contra o jornal inglês Daily Mail, que despedira seu padrasto, Duke Wetherell, cineasta e caçador de excentricidades, contratado em 1933 para encontrar o mitológico monstro. Ao desembarcar na região, Wetherell comunicou ao jornal que tinha achado pegadas do monstro. O jornal estampou a notícia, mas descobriu-se que as marcas deviam ser de um hipópotamo ou uma armação de Wetherell.


O senhor dos anéis

A história de O Senhor dos Anéis se desenrola no lugar imaginário conhecido como Terra-Média, há sete mil anos. Segundo uma lenda, vinte anéis que transmitiam super-poderes foram criados. Um deles, o Um Anel foi forjado por Sauron, o Senhor das Trevas. Os outros foram distribuídos entre os povos da Terra-Média, para que o vilão pudesse ter controle sobre eles. Ele também pretendia usar os poderes da jóia para dominar todas as raças. Mas seu dedo foi decepado durante uma batalha e ele acabou perdendo o anel, começando, assim, uma busca incessante pelo objeto.

O hobbit Frodo acabou herdando o anel de seu tio, Bilbo Baggins. Sua missão é destruir o anel e salvar a Terra-Média da dominação das forças do mal. Não é uma tarefa fácil. Apesar da jóia tornar invisível quem a coloca no dedo e prolongar a vida dessa pessoa, ela exige sua alma em troca.

· O Senhor dos Anéis custou aproximadamente 300 milhões de dólares.
· Os três filmes da série foram gravado em seqüência durante um ano e meio. As locações foram feitas nas florestas e montanhas da Nova Zelândia.
· Para o filme, foram usadas 114 personagens com falas, vinte mil figurantes e 2.400 técnicos.
· Os pés do hobbit Frodo levavam uma hora e meia para ficarem prontos. Às cinco horas da manhã, o ator Elijah Wood acordava e enfiava os pés na cola.
· Uma vez, Elijah pisou num caco de vidro e não percebeu. No fim do dia, quando tirou a prótese do pé, percebeu que ela estava cheia de sangue.
· Para a construção da região dos hobbits, o diretor Peter Jackson criou um cenário real, com grama, árvores e casas de verdade.
· Antes de dirigir O Senhor dos Anéis, Peter Jackson só havia rodado cinco filmes. Os quatro lançados no Brasil são: Trash - náusea total e Fome animal (cults de terror B), o drama Almas gêmeas e Os espíritos.
· Durante a fase de roteirização, o cineasta não desgrudava do livro de J.R.R. Tolkien para onde ia.
· O cineasta Peter Jackson levou sete anos para preparar o filme, quatro deles foram dedicados à produção.
· Quando as gravações começaram a atrasar, computadores permitiram que os personagens hobbits e anões fossem miniaturizados.
· Estudiosos dos idiomas inventados pelo autor da obra foram contratados para caracterizar a fala dos personagens. Alguns atores, por exemplo, aprenderam a falar élfico.
· Toda a idéia de Guerra nas estrelas foi tirada de J.R.R. Tolkien em O Senhor dos Anéis. O livro também inspirou os jogos de RPG, a série Harry Potter e muitas bandas de rock.


..........................................................................

Você tem alguma curiosidade? envie para nós



 




© inaugurado em 15/02/2000. Todos os direitos reservados. - Itajai On Line