No ar desde 15/02/2000 - Obrigado pela sua visita -


Agenda
Amigos Virtuais
Aniversário
Balcão de Empregos
Cartão Postal
Charadas
Classificados
Clientes
Colunistas
Curiosidades
Eleições
Enigmas
Eventos
Fotos
Guia Eletrônico
Ilusão de Ótica
Livraria Papa-Siri
Mágicas
Noticias
Piadas/Lazer
Receitas

Fale conosco
 
 
 
 


Itajaí On Line

 

Divirta-se, semanalmente novas mágicas para você !!


Revelação em Vermelho e Preto

Efeito: Um maço é embaralhado por um espectador e cortado por ele em 2 metades. Ele escolhe uma carta de um macete, anota-a e coloca-a em qualquer parte do outro macete. Depois ele embaralha cada macete, junta-os e embaralha todas as cortas. Sob essas impossíveis condições, o operador acha a carta escolhida.

Apresentação: O operador dá o baralho para um espectador, diz para embaralhar totalmente as cartas, depois coloca-las na mesa e corta o meço em 2 partes iguais. Enquanto o operador fica de costas, o espectador é convidado a pegar uma carta de um macete, anotar o seu
valor, coloca-la no outro macete e embaralhar essas cartas, finalmente pôr as 2 partes juntas e embaralhar o maço todo. Isso feito, o operador volta-se e toma as cartas. Ele olha-as cuidadosamente, falando sempre. Parece estar inquieto, tira varias cartas e recoloca-as, tendo aparentemente dificuldade em achar a carta. Finalmente diz:

- "Eu acho que é uma carta preta, (ou vermelha, isso não faz diferença) estou certo?

Qualquer que seja a resposta não fará diferença. Se ele responder

"Está", o operador calmamente pega as cartas e diz:

- Eu sei que é uma carta preta.

E continue a pegar cartas e estuda-las, finalmente põe uma carta face para baixo e diz:

- Eu acho que tenho ela.

E continua a correr as cartas nervosamente.

- Ela é uma carta preta? *- Ele continua - Não, eu não consegui ela ainda.

Ele pega as cartas de novo, retira outra e coloca o maço na mesa.

- Qual é a sua carta? - Ele pergunte. Existem 51 chances contra 1 dela ser a carta certa. Se, como pode acontecer por muita sorte, o operador acertou, então ele fez um milagre. Mas nós não estamos procurando milagres, estamos fazendo um truque. O espectador nomeia a carta e o operador vira a carta separada antes tristemente, por que, naturalmente, ela não é a mesma. Ele está contrariado e quando repõe a carta no baralho diz:

- Estranho eu raramente engano-me com este truque. Vou experimentar novamente. Corte o maço em 2 montes tão iguais quanto possível.

A mesma rotina é feita e o operador triunfantemente tira a carta certa. E por que não? Ele usou a mais velha de todas as localizações, a divisão do maço em vermelho o preto. Correndo as cartas na primeira vez ostensivamente para achar a carta do espectador, ele tranqüilamente separa os naipes vermelhos dos pretos, tornando assim a tua segunda
tentativa infalível.




 




© inaugurado em 15/02/2000. Todos os direitos reservados. - Itajai On Line