No ar desde 15/02/2000 - Obrigado pela sua visita -


Agenda
Amigos Virtuais
Aniversário
Balcão de Empregos
Cartão Postal
Charadas
Classificados
Clientes
Colunistas
Curiosidades
Eleições
Enigmas
Eventos
Fotos
Guia Eletrônico
Ilusão de Ótica
Livraria Papa-Siri
Mágicas
Noticias
Piadas/Lazer
Receitas

Fale conosco
 
 
 
 


 

Divirta-se, diariamente novas piadas para você !!

 

Tinha uma bicha campineira, que cansou de dar o rabo e foi ate' um médico amigo dela para
pedir uma ajuda.
"Doutor, nao quero mais ser bicha, como faço para parar de dar a bundinha?."
"Faça o seguinte, mude para o Rio de Janeiro, na praia de Copacabana e todas as manhãs voce vai ate' o calçadão.
Pare e fique olhando aquelas cariocas praticando cooper, mas so' fique olhando para as mulheres, fique notando aquele bumbum arrebitado, aquele corpinho violão,...
E esquece homem, e se caso voce tiver uma recaida ou algo parecido, eu tenho um amigo médico que mora lá e eu lhe dou o endereço" - anotando o endereço num pedaço de papel.
Dito isto, la' foi a bicha morar no Rio de Janeiro, levantava todo dia cedo, ia ate' o calçadão e ficava vendo aquelas gostosas praticando cooper e assim foi esquecendo dos homens.
Um certo dia ao acordar, notou que estava com uma dor terrivel no saco, mais como o seu médico tinha recomendado um amigo dele, foi ate o consultório e explicou que estava com uma puta dor no saco.
O médico como um primeiro diagnóstico. "Voce deve ter alguma coisa na próstata , vamos fazer um exame".
"Abaixe a calça" - disse o médico, colocando aquela luvas de borracha na mão.
Ele abaixou as calças, sentiu um friozinho no cu' e arrebitou a bundinha.
O médico vai com o "pai de todos" e vai introduzindo devagarinho.
Ai' a bichinha - "AAAaaiiiii !!!"
O médico vira o dedo lá dentro e a bicha:
"AAAAAAAAaaaaaaaaaiiiiiiiiii !!!"
"Esta doendo???." - diz o médico.
"Nãããooooo ..."- diz a bicha.
Ai' o médico tira o dedo, põe de novo, um pouco mais fundo e a bicha:
"AAAAAAAAAAAAAaaaaaaaaaaaiiiiiiiiiiiii que puta saudades de Campinas !!!"

 

Num dia destes, um casal (casado) de bichas tem a maior discussao, pois uma desconfiava que a outra lhe tivesse traindo, conclusão: ficaram sem se falar, uma puta da vida com a outra.
Chega a noite, uma delas (B1) esta' de frente a televisão vendo um programa interessantíssimo, quando ve a companheira (B2) passar da cozinha para o quarto com uma xícara. Puta da vida pensa:
" E esta bicha velha nem p/ me oferecer o cafezinho que ela fez ..."
20 segundos depois B2 passa de novo do quarto p/ a cozinha e de la' p/ o quarto carregando a xícara na mão com o maior cuidado para nao derramar. E assim vai, depois de dez vezes, B1 ja' puta da vida com aquele passa p/ la', passa p/ ca' interminável vira p/ B2 e grita:
- Porra! Cê quer parar com esta pentelhação de passar para la' e para ca'? Tou querendo ver este programa.
E B2 revoltada:
- Sua ingrata! O nosso colchão esta' pegando fogo, e eu estou jogando agua p/ tentar apagar... 

 

Eram tres bichinhas conversando, sobre o que cada uma gostaria de ser, se elas pudessem escolher:
- Ai, eu gostaria de ser... Uma bola de futebol!! Disse a primeira.
- Bola de futebol??!?!?! Exclamaram as outras duas.
- E' sim! Ja' imaginou, eu num campo de futebol, 20 homens me chutando, me disputando e dois homenzarrões me agarrando. Tudo isso durante 90 minutos!
AAAAAAAAHHH! Ia ser demais!
- E' mesmo! concordaram as bichonas.
Aí foi a vez da segunda, que mandou essa.
- Eu gostaria de ser um campo de futebol.
- Campo de futebol?!!? disseram as madames. Voce tá doida!
- Imagina so' aqueles mesmo 22 jogadores, me pisando o tempo todo, caindo por cima de mim, com aquelas camisas suadas!
AAAAAAhhh!!!!! Ei ia ficar doida!
A terceira bicha não se conteve:
- Ah e', vocês duas nao sabem de nada! Eu queria e' ser uma ambulância!!!
- Ah,não agora nos nao entendemos! Replicaram as dondocas.
- Imagina so', eu estou na minha, vem dois enfermeroes, me abrem por trás e ai enfiam um homem toooodinho por trás, e eu saio pela cidade que nem uma doida gritando.
UUUUAAUUUAUUUUAAAUUUUAAAAAA!!!!!!!!

 


 




© inaugurado em 15/02/2000. Todos os direitos reservados. - Itajai On Line